17/09/2021

Situação do profissional de nível médio na Enfermagem é debatida no Coren-MS

Membros de comissão do Cofen, conselheiros, vereador e profissionais levantaram questões

Registro do segundo dia com o Conatenf – Foto: Ascom/Coren-MS

Com a visita da Comissão Nacional de Técnicos e Auxiliares de Enfermagem do Conselho Federal de Enfermagem (Conatenf) nestas terça e quarta-feira (14 e 15), os desafios para as categorias de nível médio da Enfermagem e a politização das necessidades dos profissionais pautaram os assuntos discutidos no Coren-MS.

Questões como complementação da formação do auxiliar de enfermagem; reenquadramento funcional; salários; dimensionamento profissional; e demanda de técnicos para atender o interior de Mato Grosso do Sul foram levantadas pelos conselheiros e conhecidas pelos visitantes.

Além dos membros da comissão, vieram ao Conselho trabalhadores da categoria atuantes em Campo Grande (MS) e o vereador de Maracaju (MS), Oseias Rodrigues, que trabalhou por 13 anos como técnico de enfermagem.

Dos eixos de trabalho à política – O coordenador do Conatenf, Jefferson Caproni, e o secretário, Emerson Pacheco, primeiro deram as boas-vindas aos conselheiros do quadro técnico que assumiram o Coren-MS este ano. “Como houve posse em janeiro, priorizamos o contato com quem está chegando e a conversa sobre a realidade local e de outros estados que visitamos”, eles explicaram.

O compartilhamento das experiências do Coren-MS e o detalhamento dos eixos administrativo, ético e científico que vêm sendo trabalhados pela Comissão foi o foco do primeiro dia do encontro. Já no segundo, a conversa foi ampliada entre o vereador e profissionais, com relatos sobre prática profissional e tom mais político.

O vereador Oséias afirmou que está intermediando agendamento de reunião com o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, para que o Coren possa tratar da fixação da jornada semanal de 30 horas para os profissionais do estado. Com o apoio do Conselho Regional, um indicativo para isso já foi produzido na Assembleia Legislativa.

“Parabenizo os conselheiros pela gestão e por falarem de política, não a partidária, aqui no Conselho, para viabilizar as necessidades da Enfermagem. Demonstra que vocês têm no coração o sentimento de valorização da classe, e isso é ainda mais importante neste momento em que estamos mais ‘na ponta’ e infelizmente precisamos de lei para garantir a dignidade dos profissionais”, falou Jefferson.

O presidente do Coren-MS, Dr. Sebastião Duarte, agradeceu. “O apoio do Conselho Federal aos Conselhos Regionais é essencial, e o Conatenf leva a presença do Conselho Federal de Enfermagem aos estados”. O conselheiro, Cleberson Paião, concluiu. “Somos gratos pela visita da Conatenf ao Coren-MS. Esses encontros e troca de experiência fortalecem as ações e empoderam a Enfermagem cada vez mais. Precisamos trilhar nosso próprios caminhos rumo às Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas e Executivo.”

Com o avanço da vacinação e maior controle sob a pandemia, a próxima visita do Conatenf ao estado deverá ocorrer no ano que vem e contemplar também estudantes de cursos técnicos de enfermagem.