02/09/2019

Setembro Amarelo: presidente do Coren-MS defende olhar especial à Enfermagem

Em audiência pública realizada nesta segunda (2), ele fez apelo a autoridades e falou de ações do Conselho

É urgente insistirmos na valorização da vida e utilizarmos todos os espaços para falar sobre suicídio, questão cada vez mais presente em nossa sociedade. O Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul é sensível à causa, especialmente em se tratando dos profissionais da Enfermagem. Essa categoria de trabalhadores, que é chave para a saúde da população brasileira, está entre as que mais necessitam de atenção à saúde mental.

Membro da mesa de debates da audiência pública “Setembro Amarelo”, realizada na manhã desta segunda-feira (2) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS), o presidente do Coren-MS, Dr. Sebastião Junior Henrique Duarte, ressaltou que as condições laborais da Enfermagem acabam impondo dificuldades e conflitos emocionais que resultam em tentativas e casos de suicídio.

Ele defendeu medidas de prevenção e tratamento e fez apelos às autoridades presentes e ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. “Defendemos muito as políticas públicas de saúde e aqui fazemos aqui um apelo ao ministro da Saúde para que reforce a política de saúde mental no País […]. Precisamos ter um olhar social, um olhar de políticas públicas e de responsabilização por essas pessoas”, disse.

O Dr. Sebastião Duarte também destacou as ações que o Conselho vem fazendo para discutir a saúde mental dos enfermeiros(as), técnicos(as) e auxiliares de enfermagem de todo o Mato Grosso do Sul, e colocou o órgão à disposição de toda a sociedade.

Confira:

Para assistir ao vídeo completo da audiência pública, clique aqui.

 

Fotos: Luciana Nassar/ALMS





  • BannerLateral/e-dimensionamento
  • BannerLateralAnjosEnfermagem
  • banner_anaiss1-e1349203955613
  • BannerLateralMunean