01/09/2011

Raio-X cai sobre cabeça de criança na Santa Casa de Campo Grande

Heloísa Helena de Andrade Campos, de 25 anos, passou por uma situação inusitada no fim da manhã desta terça-feira (30) ...

Heloísa Helena de Andrade Campos, de 25 anos, passou por uma situação inusitada no fim da manhã desta terça-feira (30). Ela estava acompanhando o filho de cinco anos no setor de radiografia da Santa Casa quando um dos aparelhos de Raio-X caiu sobre o menino.

Febre e falta de apetite por cinco dias levaram Heloísa e o marido Ronaldo Raimundo da Silva, de 29 anos, procurarem atendimento médico para o filho. O médico solicitou exames de sangue, urina e um Raio-X do tórax. Na sala onde fica o equipamento, a mãe tirou a camisa do filho e quando o colocou na maca, o aparelho caiu.

“Eu só tive tempo de empurrar o meu filho e segurar o negócio”, relata a mãe que ao tentar proteger o menino ficou com machucados na cabeça e nos braços. A criança teve um corte na cabeça e precisou levar dois pontos.

De acordo com o Ronaldo, pai do menino, um cabo de aço que segurava o aparelho na parede rompeu e causou a queda. De acordo com ele, os aparelhos são velhos.

“A gente procura atendimento e quase saiu sem o filho e com a mulher machucada. Não tem como não fazer nada”, afirma. Ela vai entrar com uma ação contra o hospital.

Para ele, a esposa foi uma heroína. “Minha mulher salvou a vida do meu filho”, diz.

Mãe e filho passaram a tarde no hospital. A criança ficou em observação.

Santa Casa – Durante a tarde, o hospital enviou uma nota oficial a imprensa falando sobre o acidente. De acordo com eles, não houve “grande danos”, mas os pais acreditam que o pior só não aconteceu porque Heloísa conseguiu empurrar a criança.

Leia na íntegra a nota divulgada pelo Hospital – Em resposta as informações veiculadas pela mídia local, a Santa de Campo Grande vem a público esclarecer que:

O paciente, RSAC, de cinco anos, deu entrada neste hospital com quadro de febre alta a ser investigada. Foram solicitados exames de raio-x no tórax, sangue e urina. Ocorre que durante a realização do procedimento houve um acidente sem grandes danos. Durante o uso do aparelho de raio-x, o mesmo cedeu e caiu sobre o paciente, que teve um corte superficial de aproximadamente um centímetro e meio no couro cabeludo. O paciente foi atendido, recebeu sutura e permanece no Pronto Socorro Pediatria para averiguação do quadro de febre.

Aproveitamos a oportunidade para ressaltar que a Santa Casa de Campo Grande sempre se colocou e sempre se colocará à disposição da imprensa local, bem como de toda a comunidade, para sanar eventuais dúvidas e/ou indagações. Todavia, repudia todo e qualquer juízo de valor quantos aos procedimentos clínicos adotados pela entidade.

Sendo só para o momento, despedimo-nos e colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos.
Fonte: Campo Grande News