13/01/2019

Profissionais de enfermagem do HR de Ponta Porã realizam ato simbólico de luto e reflexão

A ação ocorre após a morte da enfermeira Janaína e em virtude do mês de conscientização da saúde mental

Os profissionais de enfermagem do Hospital Regional Dr. José Simone Netto, de Ponta Porã, realizaram um ato na última sexta-feira (11), em solidariedade à morte da enfermeira Janaína de Souza, ocorrida em Campo Grande, no último dia 2. A profissional estava com depressão e suspeita-se que tenha cometido suicídio.

Na homenagem, cerca de 50 participantes utilizaram balões brancos, como parte da campanha “Janeiro Branco: Quem cuida da mente, cuida da vida”. Por tal motivo, a ênfase do evento se deu em torno de cuidados psicológicos que os profissionais de enfermagem devem ter com a própria saúde e da luta da categoria para a implementação de mais políticas públicas.

Giulia Stefanie Brey – Diretora de enfermagem do HR de Ponta Porã

A diretora de enfermagem do Hospital Regional de Ponta Porã, Giulia Stefanie Grey, destacou a importância da preocupação das empresas com a saúde mental dos seus funcionários. “Esta ação é muito importante, pois os profissionais se sentem acolhidos. Defendo a criação de estratégias dentro das instituições e empresas sobre os cuidados com a saúde emocional dos funcionários como, por exemplo, a existência de psicólogos. Isso ajuda muito”.

Em um discurso durante o ato, o presidente do Coren-MS, Dr. Sebastião Junior Henrique Duarte, destacou a importância da enfermagem enquanto categoria e a necessidade dos profissionais cuidarem da saúde mental. “Temos que tirar lições com a morte da nossa colega. A nossa profissão é muito linda, algo vocacional, onde cuidamos da saúde das pessoas. Mas nunca podemos nos esquecer da nossa própria saúde”, declarou.

União e valorização da categoria

Cimara Martins, técnica de enfermagem do HR de Ponta Porã

A técnica de enfermagem, Cimara Martins, deu ênfase, durante o seu discurso, na satisfação que todos os profissionais da enfermagem devem ter no exercício da profissão. “Nós temos que ter orgulho de dizer que somos enfermeiros, técnicos ou auxiliares e, mais do que nunca, permanecermos unidos enquanto classe”, destacou.

Giulia Grey enfatizou a enfermagem como indispensável para a sociedade e a importância da implementação de ações públicas voltadas para a classe. “A enfermagem mais do que nunca deve estar de mãos dadas neste momento. Nossa saúde emocional tem que ser levada em consideração, pois sem enfermagem, não há saída. Enfermagem é a base da saúde pública”, alertou.

Dr. Sebastião Duarte, presidente do Coren-MS, prestigiou o ato em Ponta Porã

Sebastião Duarte colocou o Coren-MS a disposição dos profissionais de enfermagem e disse que o relacionamento com a categoria deve ser uma via de mão dupla. “Estamos investindo em conversas políticas e procurando fortalecer vínculos com as entidades de enfermagem. Cobramos constantes melhorias das instituições de saúde, sempre seguindo a Lei. Estamos também a disposição para ouvir críticas e sugestões, para assim aperfeiçoarmos os serviços. Por isso, contem sempre com o Coren-MS”, enfatizou.

Ao final do evento, os profissionais realizaram um minuto de silêncio, como sinal de luto pela morte da colega de profissão e, em seguida, soltaram os balões brancos.

Seminário sobre saúde mental

Para integrar a campanha “Janeiro Branco: Quem cuida da mente, cuida da vida”, o Coren-MS realizará um seminário na última semana do mês, tendo como tema “A organização do trabalho e saúde mental dos profissionais da enfermagem”. O evento contará com a participação de várias instituições da categoria.





  • BannerLateral/e-dimensionamento
  • BannerLateralAnjosEnfermagem
  • banner_anaiss1-e1349203955613
  • BannerLateralMunean
  • vagas enfermagem