10/06/2016

Presidente do Coren/MS exalta seminário de queimaduras e a importância da Enfermagem para a área

A presidente do Coren/MS, Vanessa Pradebon, prestigiou na manhã desta sexta-feira (10) o I Seminário de Queimaduras, realizado na Santa Casa

A presidente do Coren/MS (Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), Vanessa Pradebon, prestigiou na manhã desta sexta-feira (10) o I Seminário de Queimaduras, realizado na Santa Casa de Campo Grande.

O evento foi promovido pela instituição, por meio da Gerência de Enfermagem e CTQ (Centro de Tratamento de Queimaduras) e teve como tema: “Promoção da integridade do cuidado visando a segurança do paciente”.

Para um auditório lotado, Vanessa exaltou a importância do evento para este tema. “Nesta semana que marca a Luta Contra Queimaduras, estava assistindo um profissional falando sobre o assunto na TV, ele citou todos os profissionais da saúde, menos os da Enfermagem, isso me deixou triste. Foi quando eu conversei com o pessoal do Coren/MS, que a Enfermagem é muito importante essa área, precisa ser valorizada, em todos os aspectos”, discursou.

O Centro de Tratamento de Queimaduras da Santa Casa é reconhecido nacionalmente como referência nos atendimentos a pacientes com trauma térmico de Mato Grosso do Sul. O hospital atende serviço de alta e média complexidade contando com uma equipe multidisciplinar, apoio cirúrgico e acompanhamento ambulatorial, prestando uma assistência à saúde de qualidade destes pacientes.

Ainda na abertura, discursaram a Gerente de Enfermagem da instituição, Glacy Cardoso, que ressaltou que o evento tem a finalidade de garantir e promover a assistência de enfermagem ao paciente vítima de trauma térmico respeitando os princípios da ética, morais e humanos. “Conforme relatório de estatística da instituição, estes acidentes estão aumentando em uma grade proporção. Este evento visa colaborar com a promoção de qualificação do cuidado pela equipe multiprofissional, a fim de amenizar as patologias secundárias, complicações, redução dos níveis de infecção hospitalar e tratamento da dor”.

Além de Vanessa e Glacy, integraram a mesa de autoridades também Renata Ferro, cirurgiã plástica, Claudenice Valente, diretora operacional da Santa Casa e Maria Aparecida de Oliveira Amaral.

Referência – A última segunda- feira (6) é comemorado o  “Dia Nacional de Luta Contra Queimadura” e a Santa Casa de Campo Grande é referência a mais de 20 anos no tratamento. No hospital são atendidos em média 300 pacientes vítimas de trauma térmico com as mais diversas causas. Sendo que o grande vilão é a queimadura por álcool e escaldaduras em crianças.

De acordo com dados do setor, no ano de 2015 houve aproximadamente 300 internações. No período de janeiro até junho foram atendidos 74 queimados, entre eles 49 adultos/jovens, 17 crianças e 8 idosos. Se comparado com o mesmo período em 2016, temos uma redução de 20.3% nos casos. É importante ressaltar que embora tenha uma redução, a complexidade dos casos aumentaram e por isso a prevenção continua sendo importante.





  • vagas enfermagem
  • BannerLateralMunean
  • banner_anaiss1-e1349203955613
  • BannerLateralAnjosEnfermagem