21/07/2021

Prêmio Anna Nery: Indicado em MS é técnico que crê no afeto para melhora da COVID-19

Wilsomar cuida das unhas, cabelos e lê histórias pelo bem-estar e recuperação dos pacientes internados em UTI

Além de ciência e técnica, a Enfermagem é afeto. Exemplo disso é o trabalho de profissionais como o técnico de enfermagem Wilsomar da Silva, que está na linha de frente do combate à COVID-19 no maior hospital de atendimento 100% SUS de Mato Grosso do Sul.

Indicado ao Prêmio Anna Nery 2021 pelo Coren-MS, ele virou inspiração por não apenas cumprir suas funções durante os plantões, mas também se preocupar com o bem-estar dos seus pacientes, fazendo coisas assim:

Fotos: arquivo pessoal

Cortar os cabelos e as unhas, às vezes maquiar para uma videochamada com a família, e também ler histórias e aproximar aos ouvidos dos pacientes um aparelho celular tocando música, são algumas das “atividades extras” que Wilsomar faz de forma voluntária.

A principal motivação é gostar de gente. “Gosto muito de conversar, de deixar as pessoas alegres e vê-las bem”, confirma.

Cuidar em meio à superlotação – O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, onde trabalha, é referência para tratamento da COVID-19 no estado. A unidade teve períodos de superlotação com o aumento de internações de pacientes que desenvolveram a forma grave da doença. Ainda assim, o técnico de enfermagem conseguiu dedicar alguns minutos diários para cantar e ditar frases de motivação para a melhora de quem ocupava os leitos de UTI. “Eu vejo no monitor os batimentos cardíacos deles aumentarem quando faço essas coisas. Acredito que isso ajudou e ajuda a dar mais força para a pessoa vencer o vírus”, diz.

Colegas de hospital se inspiram em Wilsomar. Quando possível, alguns auxiliam a deixar os pacientes mais bonitos para a alta hospitalar. Todos os aparelhos e produtos utilizados são comprados por eles mesmos.

Wilsomar da Silva, que trabalha há 26 anos na Enfermagem

Aos 48 anos de idade, e aos 26 de profissão, ele fala que aprendeu a fazer enfermagem com “amor, dedicação, carinho e um grande respeito pela vida da pessoa cuidada”. Também comenta que sempre incentiva todos a conhecerem a dura realidade dos profissionais nas unidades de saúde brasileiras e os valorizarem mais.

Breve currículo – Natural de Coxim, município localizado ao Norte de Mato Grosso do Sul, Wilsomar começou na área como atendente de enfermagem. Após mudar-se para a Capital, Campo Grande, iniciou e concluiu o curso técnico de enfermagem. Já trabalhou em alguns dos maiores hospitais da cidade, entre eles a Santa Casa e o Proncor.

Sobre o Prêmio Anna Nery – Wilsomar teve a indicação ao Prêmio Anna Nery oficializada na última Reunião Ordinária de Plenário do Conselho do Coren-MS. Os conselheiros o parabenizaram pelo empenho e sensibilidade com que ele trabalha.

Wilsomar foi recebido por conselheiros do Coren-MS – Foto: Ascom/Coren-MS

O Prêmio Anna Nery é concedido a personalidades de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal que tenham prestado relevantes serviços à Enfermagem, e contribuído de forma significativa para o reconhecimento e aprimoramento da profissão no Brasil. A cerimônia de premiação deve ser realizada na última semana do mês de setembro, em Florianópolis (SC), durante o 23º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF). O evento vai obedecer a todas as normas de biossegurança.

Ilustração de Anna Nery – Fonte: http://bibliotecademedicina.com.br/blogenfermagem/?p=288

Anna Nery, a notável enfermeira que dá nome à premiação, destacou-se pelo trabalho voluntário que desempenhou durante a Guerra da Tríplice Aliança (1865 – 1870), também conhecida como Guerra do Paraguai. O seu maior legado pode ser considerado a abnegação e a perseverança na prática do cuidar do próximo, a organização sistemática e a humanização no cuidar dos doentes. Ficou consagrada pela História como a primeira enfermeira do Brasil.