14/08/2018

Hospital realiza a “Hora do Mamaço” para falar sobre aleitamento materno

O evento é realizado pela comissão de aleitamento materno do Hospital Regional de Ponta Porã

Foto: arquivo pessoal Dr. Dyolla – evento de 2017

Em alusão ao “Agosto Dourado” criado pelo Ministério da Saúde o Hospital Regional de Ponta Porã – Dr. José Simone Netto, realiza nesta sexta-feira (17) a “Hora do Mamaço”. O evento organizado pela comissão de aleitamento materno do hospital coordenado pela enfermeira obstétrica, Dr. Dyolla Grance Martins, tem como objetivo informar gestantes e puérperas sobre o período do aleitamento materno.

O segundo encontro “Hora do Mamaço” será realizado no Solarium Maternidade do Hospital Regional. De acordo com a Dr. Dyolla Grance, o evento contará com palestras ministradas por duas pediatras e uma roda de conversa onde as mulheres poderão tirar todas as dúvidas.

“Esse encontro serve para desmistificar questões que as pacientes têm e não perguntam aos médicos. Um evento bem light onde as mães sentam com as pediatras e tiram as dúvidas em uma dinâmica para que elas se sintam a vontade e fiquem mais desinibidas”, explicou.

Ainda de acordo com Dyolla, uma das dúvidas mais frequente, por parte das gestantes e as puérperas, são sobre o ingurgitamento mamário.

“Estamos aqui para isso, para que as mães saiam da maternidade preparadas para uma boa amamentação”, afirmou.

A coordenadora da comissão disse que durante o “Mamaço” será ensinado manobra de desengurgitamento. Conforme a Dr. Dyolla se o leite não for liberado ele se acumula causando um inchaço nas mamas o que pode gerar um abcesso ou até mesmo a mastite, um tipo de inflamação na região dos seios.

Dra. Dyolla e a diretora de enfermagem do hospital, Dr. Giulia Brey

“É um tema que parece bobo, todos acham que a criança já nasce e consegue de imediato mamar. A amamentação não é toda de flores é importante que o trabalho do aleitamento seja acompanhado no pré-natal e na parte intra-hospitalar”, afirmou.

Enfermagem

Para Dyolla, a importância da enfermagem é dar o apoio na parte emocional e também nas dificuldades da puérpera durante o período de amamentação. Além de tirar as dúvidas e a orientação de pega correta do recém-nascido.

“As mães de ‘primeira viagem’, as chamadas primigestas, são as que mais sofrem com isso, porém tem as multíparas que também sofrem na hora de amamentar e todas elas precisam de orientação                “,

A coordenadora da comissão de aleitamento materno disse também que é muito importante uma boa orientação no pré-natal, pois uma mulher bem informadas saberá se está fazendo tudo certo no momento de alimentar a criança.

O convite se estende a toda comunidade de gestantes, puérperas, profissionais de saúde e pessoas que se identifiquem com o tema. A organização do evento espera pelo menos 50 pessoas, as palestras iniciam às 16h.





  • BannerLateral/e-dimensionamento
  • BannerLateralAnjosEnfermagem
  • banner_anaiss1-e1349203955613
  • BannerLateralMunean
  • vagas enfermagem