- Conselho Regional de Enfermagem do Mato Grosso do Sul - http://ms.corens.portalcofen.gov.br -

Força Tarefa do Coren-MS fiscaliza 15 aldeias indígenas em menos de um mês

[1]A equipe do Dfis (Departamento de Fiscalização) do Coren-MS (Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) segue com as fiscalizações intensificadas nas aldeias da região sul do Estado. Em 15 dias de trabalho, iniciados na primeira semana deste mês, 15 unidades de saúde foram fiscalizadas. De acordo o coordenador do departamento, Dr. Jefferson Estevan Francisco, os locais visitados não estão preparados para atender a população indígena.

Além do coordenador do Dfis, também estavam na equipe o assessor executivo de fiscalização, Dr. Waldeir Sanches e o enfermeiro colaborador, Dr. Alex Souza de Oliveira. A equipe fiscalizou na última semana as aldeias indígenas da região de Paranhos, Tacuru, Antônio João e Ponta Porã totalizando 8 postos de saúde. Foram vistadas as aldeias de Paraguassu; Pirajuí; Potrero Guassu; Sete Serros; Sassoró; Jaguapiré; Campestre e Lima Campo.

Dr. Jefferson apontou que as condições nesses locais são sempre as mesmas. “As estruturas não são adequadas. Constatamos prédios pequenos e com salas que servem para vários tipos de atividades, ou seja, um local multiuso”, afirmou.

[2]

Igreja de Lima Campo que serve de local para atendimento (Ponta Porã)

Segundo o coordenador da Dfis, na aldeia de Lima Campo a igreja serve de sala de atendimentos aos que necessitam tratar da saúde e os sanitários encontram – se em estado de calamidade e sem condições de uso. Porém o local já conta com um prédio novo onde existem várias salas que resolverá a situação dos índios e os profissionais de enfermagem dessa localidade. O novo local de atendimento ainda não está em funcionamento, pois ainda precisa de um laudo dos engenheiros para a liberação do mesmo.

No início do mês a Força Tarefa do Coren-MS passou pela aldeia Guassuti, Taquaperi, Amabai, Pandui e Limão Verde. Somada com as aldeias fiscalizadas na semana passada a equipe visitou 15 unidades de saúde.

Determinação

As fiscalizações foram determinadas a pedido do promotor titular da 1º Promotoria de Justiça da comarca de Ponta Porã, Dr. Gabriel da Costa Rodrigues Alves, por conta da reunião da Mediação Sanitária, realizada em julho deste ano, e deliberada pelo presidente do Coren-MS, Dr. Sebastião Junior Henrique Duarte.

A comissão da mediação envolve alguns órgãos reguladores como o Coren-MS, CRM-MS (Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul), Vigilâncias Sanitárias dos municípios, prefeituras e os responsáveis pela saúde das microrregiões de Ponta Porã formados pelas cidades de Ponta Porã; Amambai; Aral Moreira; Coronel Sapucaia; Antônio João; Paranhos e Tacuru.

[3]

Sanitário – Aldeia Lima Campo (Ponta Porã)

[4]

Novo prédio para instalações do posto de saúde de Lima Campo