13/03/2020

Covid-19: orientações do Coren-MS à população em geral

O Coren-MS vem por meio desta expressar sua confiança nos profissionais de saúde para ações de prevenção, pesquisa, vigilância e

O Coren-MS vem por meio desta expressar sua confiança nos profissionais de saúde para ações de prevenção, pesquisa, vigilância e contenção do novo coronavírus (Covid-19) em todo o território nacional e orientar a população a tomar as medidas de precaução que lhe cabe, observando serem elas proporcionais ao nível de risco apresentado hoje pela doença.

São pré-dispostos às complicações oferecidas pelo Covid-19 os idosos e as pessoas com doenças de base (diabetes, hipertensão, bronquite crônica, etc.), além das pessoas com câncer. Por considerarmos o elevado potencial de contaminação do vírus, nossas recomendações se estendem a toda a população.

Os principais sintomas são: febre acima de 38º, tosse seca, falta de ar e dores no corpo. Em geral, eles duram de 7 a 10 dias. Estima-se que cerca de 80% das pessoas infectadas apresentarão sintomas leves.

Orientações:

• Higienizar as mãos frequentemente com água e sabonete ou preparação alcoólica, por pelo menos 20 segundos;
• Evitar levar as mãos aos olhos, nariz e boca;
• Cobrir boca e nariz com a dobra do braço ao tossir ou espirrar;
• Limpar e desinfetar objetos e superfícies de uso comum tocados com frequência;
• Evitar proximidade com pessoas doentes;
• Se tiver sintomas leves da doença, optar por ficar em casa, na medida do possível;
• Procurar um médico se tiver contato com pessoa com caso confirmado ou se apresentar febre acima de 38º e/ou outros sintomas mais intensos.

O presidente do Coren-MS. Dr. Sebastião Junior Henrique Duarte, destaca a criação do Comitê Gestor de Crise do Sistema Cofen/Conselhos Regionais e informa que segue acompanhando o cenário da doença em Mato Grosso do Sul e em todo o mundo.

“É uma excelente iniciativa a criação do comitê, considerando o protagonismo da Enfermagem na contenção do novo coronavírus. Continuaremos monitorando a doença em Mato Grosso do Sul e iremos colaborar com o grupo de crise, prestando informações e transmitindo orientações aos profissionais locais”, afirma.

Em nota publicada anteriormente, o Coren-MS manifestou preocupação quanto a escassez de enfermeiros e técnicos de enfermagem em dois dos principais hospitais da rede pública do estado e pediu que sejam fornecidos materiais de proteção e garantidas condições mínimas de trabalho a todos os profissionais.