06/02/2018

Coren-MS: pule o carnaval, mas não pule os cuidados que se deve ter com as IST’s

Mas para brincar o carnaval deve ter responsabilidade e o maior cuidado possível, seja qual for a maneira que o folião irá festejar, sempre estej ...

O Brasil, todo ano no mês de fevereiro, é palco do que é considerada a maior festa de rua do mundo, o Carnaval. Muitas pessoas vão às ruas e brincam ao som dos trios elétricos ou até mesmo nos blocos de suas cidades. Sejam os mais jovens ou os mais experientes, todos aproveitam para extravasar e brincar.

Mas para brincar o carnaval deve ter responsabilidade e o maior cuidado possível, seja qual for a maneira que o folião irá festejar, sempre esteja prevenido. Mesmo com todo o alerta que se espalham na mídia, muitas pessoas não tomam os cuidados necessários e praticam o sexo sem usar preservativos, o que é um grande erro. Isso pode causar graves problemas e transmitir IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis ).

AIDS

Fotos públicas (internet)

Entre as infecções mais perigosas, e que não tem cura, apenas tratamentos está a AIDS. De acordo com o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, de 1980 a junho de 2017 foram identificados 882.810 casos de AIDS no Brasil. Ainda de acordo com os dados do boletim, o país tem registrado uma média de 40 mil novos casos da doença nos últimos cinco anos.

Não só a doença é preocupante, mas também uma gravidez indesejada pode estragar sua festa, então evite problemas. A folia deve ser aproveitada, entrar no clima e sair dele com saúde para aproveitar o próximo Carnaval.

Apesar de muitas festas já estarem ocorrendo no Brasil, o carnaval será comemorado oficialmente no dia 13 deste mês.





  • BannerLateralAnjosEnfermagem
  • banner_anaiss1-e1349203955613
  • BannerLateralMunean
  • vagas enfermagem