21/11/2022

Coren-MS possibilita habilitação em inserção de PICC e cateterismo umbilical a profissionais de enfermagem

A parceria entre o Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Coren-MS) com o instituto Nobre Educação, ofereceu

Parceria com Nobre Treinamento possibilitou a realização do curso em três cidades: Campo Grande, Dourados e Três Lagoas (na foto)

A parceria entre o Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Coren-MS) com o instituto Nobre Educação, ofereceu a enfermeiros regularmente inscritos um curso de habilitação em Passagem de Cateter Central de Inserção Periférica para Adulto e Infantil, conhecido pela sigla em inglês PICC. Este tipo de acesso vascular é utilizado em pacientes em terapia infusional e está associado ao menor risco de complicações mecânicas e infecciosas.

A enfermeira, Dra. Patricia Soto, especialista em Terapia Intensiva Pediátrica, veio ao Mato Grosso do Sul para ministrar o curso para turmas de Campo Grande, Três Lagoas e Dourados. Aulas teóricas e expositivas, com apresentação de vídeos e discussão de situações clínicas reais. O método prático contou com a utilização de manequins, simulador de vaso sanguíneo e ultrassonografia.

Método prático contou com a utilização de manequins, simulador de vaso sanguíneo e ultrassonografia

Uma oportunidade para os 150 profissionais que participaram do curso, que não precisaram se deslocar para outros Estados.

“É disponibilizado todo material para que possa praticar nos simuladores. Levando a sensação de como é e passando por todas as dificuldades que tem durante a realização dos procedimentos. Todos os alunos demonstraram-se bem interessados, conseguindo desenvolver um pouco da teoria com a prática em si”, elogia a Dra. Patrícia.

A realização contou com apoio do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS), em Campo Grande, do Hospital Regional da Costa Leste Magid Thomé, em Três Lagoas, e da Escola Vital Brasil, em Dourados.

“O espaço reservado nas três cidades considero muito bom. Quanto se tem um lugar adequado consegue-se desenvolver melhor a prática. Foi incrível a troca de experiência, em especial em Três Lagoas me encantou pela as aulas terem sido mais participativas. Para o professor, isso tem uma enorme importância, pois traz enorme enriquecimento. Agradeço, a recepção do Coren-MS, de todas as cidades brasileiras que passei foi nas cidades de MS, onde, fui a mais acolhida”, agradece Patricia Soto.

O presidente do Coren-MS, Dr. Sebastião Duarte, defende que a partir da qualificação melhora a assistência, traz a segurança paciente, permite uma economia institucional e a satisfação profissional.