08/09/2019

Coren-MS manifesta-se pela inclusão da Enfermagem no PCDT para incontinência urinária

Documento, que está aberto para consulta pública, não contempla profissionais da área

A atual proposta de Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para incontinência urinária (IU) não neurogênica, do Ministério da Saúde, NÃO CONTEMPLA a Enfermagem.

Diante disso, o Coren-MS manifesta apoio ao documento apresentado pela Sobest – Associação Brasileira de Estomaterapia (leia abaixo) e convida os profissionais da Enfermagem a também se manifestarem.

O prazo para manifestação encerra-se nesta segunda-feira (9/9). Manifeste-se na consulta pública, aberta aqui.

Não podemos deixar que a Enfermagem e seu protagonismo sejam excluídos das diretrizes e fiquem sem habilitação para tratamento dessa questão de saúde que afeta a qualidade de vida de muitos brasileiros. Lembramos da existência de especialistas de Enfermagem na área do cuidados de pessoas com incontinências, como a Estomaterapia, consolidada no País e no mundo, e Enfermagem em Urtologia, ambas avalizadas pela Resolução Cofen 581 de 11 de julho de 2018.

Contamos com seu apoio!


Anexos

2 MB pdf Baixar




  • BannerLateral/e-dimensionamento
  • BannerLateralAnjosEnfermagem
  • banner_anaiss1-e1349203955613
  • BannerLateralMunean