14/09/2011

Com 62% dos votos válidos, presidente do Coren-MS foi reeleita

Os enfermeiros tiveram duas opções de votos, Chapa I e Chapa II. Já os técnicos e auxiliares de enfermagem tiveram ...
Os enfermeiros tiveram duas opções de votos, Chapa I e Chapa II. Já os técnicos e auxiliares de enfermagem tiveram apenas uma opção, a Chapa Única.
Com 62% dos votos foi reeleita no último domingo (11) a atual presidente do Coren -MS (Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) Amarílis Pereira Amaral Scudellari. A apuração dos votos foi nesta segunda-feira (12) na sede da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil). O resultado ainda precisa ser homologado pelo Cofen, Conselho Federal de Enfermagem.
Os enfermeiros tiveram duas opções de votos, Chapa I Judith Flor e Chapa II Amarílis Pereira Amaral Scudellari. Já os técnicos e auxiliares de enfermagem tiveram apenas uma Opção a Chapa Única representada por Nivaldo Velozo da Silva, chapa que foi eleita com 2.725 para compor o plenário.
O plenário será composto por seis enfermeiros: Amarílis Pereira Amaral Scudellari, Vânia Muniz da Silva, Arino Sales do Amaral, Maria aparecida Oliveira do Amaral, Cassia Tieme Kanaoka e Hermes Ballista Neto.
Será composto também por quatro Técnicos: Nivaldo Velozo, Alexandre Paiva Vieira, Ana Lucia Domingues e Genivaldo Dias da Silva. A Posse está prevista para o dia primeiro de janeiro de 2012.
Em campo Grande, a votação foi na Escola Estadual Joaquim Murtinho. Também teve votação em Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Aquidauana, Amambai, Bataguassu, Costa Rica, Coxim, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Porto Murtinho, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia.
Ao todo, 57 urnas, foram apuradas 53 urnas, tendo quatro urnas anuladas, uma em Sidrolândia, uma em Nova Andradina e duas em Aquidauana. As urnas foram anuladas por ausência de assinaturas nos lacres e envelopes com lacres inadequados. Os votos válidos somam 3.972, 972 votos nulos e 658 de votos em branco.
Eleição – Essa é a primeira eleição realizada pelo Coren-MS, desde que foi criado em julho de 1973. O mandato dos membros do Cofen/Corens é honorífico e tem duração de três anos, com direito apenas a uma reeleição.
A formação do plenário do Cofen é composta pelos profissionais que são eleitos pelos Presidentes dos Corens.