Inscrição Profissional


Inscrição Definitiva Pendente (profissional que ficou devendo Diploma / Certificado)

Documento Para Regularização de INSCRIÇÃO DEFINITIVA PENDENTE (profissional que ficou devendo Diploma / Certificado) que  possui carteira com validade de 01 (UM ) ano:
  •  1 Foto 3×4;
  • CARTEIRA VENCIDA;
  • Diploma original e cópia/ Certificado original e cópia.



Recadastramento (Renovação de carteira)

Relação de documentos para recadastramento:
  • 1 FOTO 3X4;
  • Cópia de comprovante de residência atual;
  • Cópia de um documento de identificação.



Documentos para registro de Responsabilidade Técnica (CRT)

Passar de inscrição provisória para definitiva

(profissional que possui inscrição provisória e deseja fazer definitiva)

Documentos originais e cópias simples

  • Diploma para Técnicos e Enfermeiros;
  • Histórico Escolar do curso de Enfermagem
  • Certificado para Auxiliar de Enfermagem;
  • Comprovante de votação (última eleição), ou certidão de quitação eleitoral;
  • Comprovante de residência em nome do profissional (data máx. 6 meses) ou acompanhado de declaração (modelo no COREN MS);
  • Duas fotos 3×4, recente, nítida e fundo branco.
  • Carteira provisória vencida;
  • Certidão negativa para profissionais que possui ou já possuiu inscrição no Sistema Cofen/Conselhos Regionais
  • Comprovante pagamento de inscrição (boleto emitido no COREN MS).
  • Cópia autenticada do diploma para Técnicos, Auxiliares e Enfermeiros.



Inscrição definitiva – com diploma/certificado (LISTA DE DOCUMENTOS)

Não apresentar todos os documentos impossibilitará a realização do Registro.

Não será aceita documentação suja, rasgada, amassada ou ilegível.

Para Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros:

  • Diploma (original, uma cópia simples e outra autenticada) e Histórico Escolar do Curso de Enfermagem.
  • Para Auxiliares de Enfermagem:
  • Certificado (original, uma cópia simples e outra autenticada) e Histórico Escolar do Curso de Enfermagem.
  • Para os profissionais de enfermagem-Enf/ Obs/Tec e Aux: Caso não possua o diploma/Certificado deverá ser apresentada a certidão de conclusão de curso contendo a  data  de colação de grau e ou de término, histórico escolar e a lista de formandos.

 (original e cópia simples):

  • Certidão de nascimento ou casamento (estado civil atual/ caso divorciado certidão de casamento com averbação);
  • Carteira de identidade civil, CPF e título eleitoral;
  • Comprovante da última eleição ou certidão de quitação eleitoral;
  • Reservista ou carteira da ativa (para os homens);
  • Comprovante de residência (não é necessário estar no nome do profissional);
  • Duas fotos 3×4 iguais, recente, com fundo branco e foco nítido;
  • Comprovante pagamento das taxas referentes ao Registro (boletos gerados no Coren no momento da inscrição).



Inscrição definitiva secundária (possui uma inscrição principal em outro estado)

Documentos originais e cópias simples

  • Certidão nascimento/casamento (estado civil atual);
  • Diploma para Técnicos e Enfermeiros (com registro Coren);
  • Histórico Escolar do curso de Enfermagem
  • Certificado para Auxiliar de Enfermagem (com registro Cofen);
  • RG (identidade civil ou outro que contenha órgão e data de emissão);
  • CPF;
  • Titulo eleitor;
  • Comprovante de votação (última eleição), ou certidão de quitação eleitoral;
  • Reservista (para homem);
  • Comprovante de residência em nome do profissional (data máx. 6 meses) ou acompanhado de declaração (modelo no COREN MS);
  • Identidade profissional expedida pelo COREN de inscrição principal;
  • Certidão negativa COREN de inscrição principal;
  • Duas fotos 3×4, recente, nítida e fundo branco;
  • Comprovante pagamento de inscrição secundária e anuidade (boleto emitido no COREN MS).



Reinscrição (Transferência)

Cópias:

  • Diploma para Enfermeiro / Técnico de Enfermagem e Certificado de Auxiliar de Enfermagem. Caso os documentos citados não possuem selo de registro no verso, será necessário apresentar o Termo de Registro que substitui o selo.
  • Histórico Escolar do Curso de Enfermagem
  • Certidão de nascimento ou casamento (estado civil atual/ caso divorciado certidão de casamento com averbação);
  • Carteira de identidade civil, CPF e título eleitoral;
  • Comprovante da última eleição ou certidão de quitação eleitoral;
  • Reservista ou carteira da ativa (para os homens);
  • Comprovante de residência (não é necessário estar no nome do profissional);
  • Duas fotos 3×4 iguais, recente, com fundo branco e foto nítido;
  • Comprovante pagamento das taxas referentes ao requerimento de transferência (boletos gerados no COREN no momento da inscrição).

***Nova resolução (EM ANEXO) muda o trâmite de transferência de um estado para outro. Agora ao invés de solicitar certidão de transferência, o profissional tem de cancelar seu vínculo no Estado de onde está saindo e fazer a reinscrição no Conselho para onde se transferiu.




Inscrição definitiva para diplomados ou diplomas estrangeiros

Documentos originais e cópias simples

  • Certidão nascimento/casamento (estado civil atual);
  • Diploma para Técnicos e Enfermeiros;
  • Certificado para Auxiliar de Enfermagem;
  • Diploma revalidado por instituição de ensino pública brasileira (para diplomas estrangeiros);
  • Histórico Escolar do curso de Enfermagem
  • RG (identidade civil ou outro que contenha órgão e data de emissão);
  • CPF;
  • Titulo eleitor;
  • Comprovante de votação (última eleição), ou certidão de quitação eleitoral;
  • Reservista (para homem);
  • Comprovante de residência em nome do profissional (data máx. 6 meses) ou acompanhado de declaração (modelo no COREN MS);
  • Duas fotos 3×4, recente, nítida e fundo branco.
  • Certidão negativa para profissionais que possui ou já possuiu inscrição no sistema Cofen/Conselhos Regionais
  • Documento comprobatório de sua permanência legal no país;
  • Comprovante pagamento de inscrição e anuidade (boleto no COREN MS).
  • Cópia autenticada do diploma para Técnicos, Auxiliares e Enfermeiros.

Obs.: Valores de inscrição e anuidade iguais ao de uma inscrição definitiva de acordo com o quadro. Estrangeiro com visto temporário, na condição de professor, técnico ou profissional sob regime de contrato ou a serviço do governo será fornecida autorização para o exercício profissional. Verificar documentos de acordo com o que este possui. Ex.: estrangeiro não possui título, índio não possui reservista e etc…




Registro de título de especialista

Documentos originais e cópias simples

  • Certidão nascimento/casamento (estado civil atual);
  • Diploma especialização;
  • Histórico escolar da especialização;
  • Diploma registrado no Cofen e carteira profissional (COREN);
  • RG (identidade civil ou outro que contenha órgão e data de emissão);
  • CPF;
  • Titulo eleitor;
  • Comprovante de votação (última eleição) ou certidão de quitação eleitoral;
  • Reservista (para homem);
  • Comprovante de residência em nome do profissional (data máx. 6 meses) ou acompanhado de declaração (modelo no COREN MS);
  • Comprovante pagamento de registro de especialista (boleto no COREN MS);
  • Cópia autenticada do diploma de especialização para Técnicos, Auxiliares e Enfermeiros.



Autorização atendente

Documentos originais e cópias simples

  • Certidão nascimento/casamento (estado civil atual);
  • Comprovante que atuou como atendente antes de 26 de junho de 1986 (carteira de trabalho ou atestado de posse);
  • RG (identidade civil ou outro que contenha órgão e data de emissão);
  • CPF;
  • Titulo eleitor;
  • Comprovante de votação (última eleição), ou certidão de quitação eleitoral;
  • Reservista (para homem);
  • Comprovante de residência em nome do profissional (data máx. 6 meses) ou acompanhado de declaração (modelo no COREN MS);
  • Duas fotos 3×4, recente, nítida e fundo branco.
  • Comprovante pagamento de autorização + cédula de autorização (boleto emitido no COREN MS);
  • Esta inscrição não possui anuidade e deve ser renovada a cada dois anos.
  • No caso de renovação também a autorização vencida.



Inscrição remida

Documentos originais e cópias simples

  • Certidão nascimento/casamento (estado civil atual);
  • Diploma para Técnicos e Enfermeiros (com registro Cofen);
  • Certificado para Auxiliar de Enfermagem (com registro Cofen);
  • RG (identidade civil ou outro que contenha órgão e data de emissão);
  • CPF;
  • Titulo eleitor;
  • Comprovante de votação (última eleição) ou certidão de quitação eleitoral;
  • Reservista (para homem);
  • Comprovante de residência em nome do profissional (data máx. 6 meses) ou acompanhado de declaração (modelo no COREN MS);
  • Comprove 30 anos ou mais de contribuição no sistema Cofen e Conselhos Regionais e 60 anos de idade;
  • Carteira profissional;
  • Duas fotos 3×4, recente, nítida e fundo branco;
  • Possui taxa de inscrição e de carteira é isento de anuidade.

Obs.: Para obter a inscrição remida, o profissional deverá estar adimplente com todas as obrigações financeiras junto ao conselho regional inclusive quanto a anuidade do exercício vigente.




Emissão segunda via de carteira profissional

Documentos originais e cópias simples

  • A carteira anterior quando esta ainda estiver em posse do profissional ou boletim de ocorrência no caso extravio, roubo, inutilização ou destruição;
  • Documentos que comprovem alterações no caso de alteração de nome;
  • Duas fotos 3×4, recente, nítida e fundo branco.
  • Comprovante pagamento de emissão de segunda via de carteira (boleto emitido no COREN MS);



Cancelamento de inscrição

  • Documento profissional do COREN MS, ou no caso de extravio boletim de ocorrência.

 




Suspensão temporária de inscrição

Suspensão temporária de inscrição

Nos seguintes casos (com comprovação):

  • Quando estiver afastado do exercício profissional sem recebimentos pecuniários;
  • Doença;
  • Afastamento do país;
  • Ocupar cargo eletivo no âmbito do poder executivo e legislativo.

Documentos necessários:

  • Requerimento de suspensão temporária (modelo COREN MS);
  • Documento que comprove um dos motivos citados e o prazo do afastamento (máx. 12 meses);
  • Identidade profissional do COREN MS (que ficará na guarda do Conselho);
  • Confissão de dívida quando necessário.

Obs.: Transcorrido o prazo e havendo necessidade de prorrogação, o profissional deverá requerer nova suspensão.




Valor das taxas (tabela válida até 30/06/2017)




DECISÃO N. 092/2016

Baixe em anexo o arquivo

 




  • vagas enfermagem
  • BannerLateralMunean
  • banner_anaiss1-e1349203955613
  • BannerLateralAnjosEnfermagem